Métodos de Respiração de Socorro

RESPIRAÇÃO DE SOCORRO. MÉTODO BOCA – A – BOCA (Para Crianças)

Deite a criança com o rosto para cima e a cabeça inclinada para trás
Levante seu queixo de modo que fique projetado para fora
Conserve a criança nessa posição de forma que a sua língua não obstrua a passagem do ar
Coloque a boca sobre a BOCA E O NARIZ da criança, soprando suavemente até notar que seu peito se levanta e os pulmões se expandem

     O ar soprado para dentro dos pulmões da criança possui bastante oxigênio para salvar a sua vida.

Deixe a criança expirar livremente
Tão logo ouça a criança expirar, repita o método

MANTENHA UM RITMO DE 15 RESPIRAÇÕES POR MINUTO

     Sempre que possível, pressione levemente o estômago da criança para evitar que o mesmo se encha de ar.

MÉTODO BOCA – A – BOCA (Para Adultos)

     Coloque a vítima deitada de costas, mantendo-a nesta posição.Tenha o máximo de cuidado não fazendo movimentos bruscos.

     Use as duas mãos para estabilizar o pescoço e, com os dedos polegares, empurre o queixo da vítima para baixo de forma que   sua língua não impeça a passagem do ar.

     Coloque sua boca com firmeza sobre a boca da vítima.

     Feche bem as narinas da vítima usando o polegar e o indicador.

     Sopre para dentro da boca da vítima até notar que seu peito está se levantando.

     Deixe a vítima expirar o ar livremente.

REPITA O MOVIMENTO 15 VEZES POR MINUTO

RESPIRAÇÃO DE SOCORRO – OUTROS MÉTODOS

     A respiração de socorro mais eficaz é o boca -a – boca. Outros métodos devem ser utilizados quando houver impossibilidade de realizar o boca – a – boca.

Método de Holger – Nielsen

Se você verificar

Falta de condições para praticar a respiração boca – a – boca
E que o paciente que não tem fraturas, pode tentar um outro tipo de respiração de socorro, cujo método consiste em combinar a pressão exercida nas costas da vítima com movimentos dos braços

  1. Deite o paciente de bruços, com a cabeça apoiada nas mãos, que devem estar uma sobre a outra, e o rosto voltado para um dos lados para que o nariz e a boca possam respirar.
  2. Ajoelhe-se junto à cabeça da vítima e espalme as mãos em suas costas. Os pulsos devem ficar  à altura de uma linha imaginária que ligue as axilas.
  3. Movimente-se vagarosamente para a frente até que seus braços estejam quase verticais. Aumente a pressão gradativamante. Ajuste o peso de seu corpo sobre as costas da vítima e não faça um movimento brusco de compressão final.
  4. Deslize as mãos sobre as costas do acidentado (em direção à cabeça dele) até a altura dos braços.
  5. Segure os cotovelos da vítima e levante seus braços para trás até sentir a resistência máxima dos ombros.

RITMO DA RESPIRAÇÃO DE SOCORRO: 12 VEZES POR MINUTO     Prossiga a respiração de socorro sem interrupção até que a respiração normal seja restabelecida, se necessário durante 4 horas ou mais até que chegue um profissional de saúde.

RESPIRAÇÃO DE SOCORRO – MÉTODO SYLVESTER
(Pode ser empregado quando não for possível aplicar a respiração boca a boca)

Coloque a vítima com o rosto voltado para cima
Ajoelhe-se de frente para vítima e ponha a cabeça dela entre os seus joelhos
Segure-lhe os braços, pelos pulsos, cruzando-os e comprimindo-os contra a parte inferior do peito
A seguir puxe os braços da vítima para cima, para fora e para trás o mais que puder

REPITA O MOVIMENTO 15 VEZES POR MINUTO

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: